PJI NO HABITAT DO BRADESCO

HomeBlogInovaçãoPJI NO HABITAT DO BRADESCO
20180315_153414

PJI NO HABITAT DO BRADESCO

PLATAFORMA COLABORATIVA PROMOVE CO-INOVAÇÃO

Por Paulo Junior – CEO PJI Consulting

São Paulo – Você e eu sabemos que vivemos um novo tempo nas relações humanas, relações de trabalho, no jeito de produzir e também, inovar. O Bradesco também sabe e por isso inaugurou sua plataforma colaborativa chamada Habitat, que conecta grandes empresas, parceiros, startups e profissionais ligados à inovação e empreendedorismo, fui conhecer de perto essa grande transformação para saber como acontece, na prática, essa arquitetura que facilita a co-inovação.

PJ com Luca Cavalcanti, Diretor Executivo dos canais digitais e inovação do Bradesco, Siladelfo, da Ponto em Comum e Júnior Thonon, curador de estratégia e conteúdo do inovaBra

Ao tomar conhecimento da mais nova iniciativa do banco, fomos ver de perto como tudo está funcionando. A recepção não poderia ter sido melhor, encontramos com o querido e brilhante Luca Cavalcanti, Diretor Executivo dos canais digitais e inovação do banco, o grande articulador para que tudo isso acontecesse. Com ele, Júnior Thonon, curador de estratégia, um dos profissionais mais exemplares que já conheci e que faz toda a gestão de conteúdo que conceitua tudo o que acontece nesse espaço colaborativo.

Posso dizer pra você que o Habitat é um feito!!! Estar lá é uma experiência muito especial pra quem visita, mas principalmente, para quem atua diretamente lá. Sua estrutura é mesmo invejável. São 10 andares, quase todos já ocupados, situados entre a avenida Angélica e a rua da Consolação, em São Paulo. Além das salas ocupadas por grandes empresas, há pequenas estações de trabalho pensadas estrategicamente para facilitar a colaboração. Toda a arquitetura foi pensada nisso.  Não é a toa que estão por lá empresas como  Microsoft, Semantix, Claro, Algoo, Ewally, Nuveo, Nexodata, R3, Quantum4 e Alelo, além de startups que participam do inovaBra, programa de inovação do banco.

Além disso, há um auditório ultra moderno que prestigia a acessibilidade total para as pessoas que participam dos eventos. Estivemos durante a semana do consumidor e havia toda uma programação voltada para a acessibilidade e integração. Imagina uma palestra que possibilita integrar recursos auditivos, sensoriais, visuais, tudo. Enquanto o palestrante falava, havia tradução simultânea, tradução para Libras (a linguagem brasileira de sinais), fones com áudio descritivo, e algo que me surpreendeu: closed caption ao vivo. Brilhante o respeito às pessoas que este novo tipo de ecossistema possibilita. Espetacular!!!

Auditório ultra moderno que prestigia a acessibilidade total para as pessoas que participam do eventos

Aliás, respeito não só às pessoas, mas também aos animais. Sim, aos animais!!!  Encontrei por lá o “churros”, cachorrinho lindo que vai todo dia trabalhar com a Tati, que atuará no estúdio que atenderá as startups. Segundo a Tati, “poder levar seu animal de estimação para o trabalho é algo que te faz trabalhar mais tranquila e focada. É algo absurdamente incrível não deixar ele sozinho em casa”, completou.

PJ, Mervyn Lowe (COO – Chief Operations Officer at InovaBra Habitat) e Luciara Guerra, da Ponto em Comum.

Conhecemos também o Mervyn Lowe, COO – Chief Operations Officer at InovaBra Habitat.  Dinâmico, prático e totalmente antenado às oportunidades, nos apresentou ao pessoal da Honest Market, uma pequeno espaço comercial que funciona dentro do Habitat. Lá as pessoas podem consumir cafés, chás e guloseimas. Na hora de pagar o grande diferencial: se não houver ninguém da loja para receber, você mesmo pode pagar passando seu cartão na maquineta, pois, há instruções para você mesmo fazer isso, ou então, anotando o que consumiu para pagar depois. O “fiado” já não é só mais no Armazém Paraíba (risos). Apesar de existir câmeras de vigilância no local, Mervyn disse que seriam desnecessárias, pois, o conceito de quem está trabalhando por ali é mesmo diferenciado e realmente colaborativo.

 

 

Arquitetura do Habitat promove integração e co-inovação

 

Saí de lá impactado pela tradução real deste novo tempo. Ter um ambiente despojado, contar com estações de trabalho que estimulam as ideias, poder acessar espaços que promovem a colaboração entre as pessoas, ter um ambiente propício para a prática de mindfulness e, acredite, ter acesso a chopp durante o “horário” de trabalho pode até parecer que tudo isso não gera resultados práticos. Engana-se quem pensa assim. Tudo o que acontece por lá foi pensado e é trabalhado com um cuidado exemplar por seus curadores. A própria adaptação de uma empresa financeira, como o Banco, deve estar sendo desafiadora para seus Diretores e colaboradores, pois, são tradicionais por essência, mas também perceberam que não há mais espaço para continuar fazendo as mesmas coisas do passado. É preciso inovar. Neste caso, co-inovar!!!

Nós, da PJI Consulting, nos sentimos privilegiados por esta experiência. É muito bom estar próximo de pessoas que fazem acontecer!!! Parabéns Luca, Thonon, Lowe, Tati, churros e toda a equipe!!!

Sucesso!!!

 

FOTOS:

Paulo Junior, da PJI Consulting, no Habitat.

 

 

Ambientes prontos para um novo jeito de trabalhar.

 

Espaço dedicado para eventos e prática de mindfulness

 

Ambiente colaborativo

 

PJ com Júnior Thonon, curador de estratégia do Habitat

 

Instruções do Honest Market