Planejamento estratégico

HomeBlogTodos da Categoria "Planejamento estratégico"

Arquivo

Arquivo

Mais
DSC_4000

FELIZ 2022

APROVEITE AS OPORTUNIDADES DO NOVO ANO PARA CRESCER, BRILHAR E APARECER!

Faltando pouco para o ano acabar, já podemos agradecer pelos acontecimentos e aprendizados, não é mesmo? Você é daqueles que dizem ao ano “já vai tarde, 2021!” ou é daqueles que afirmam “até aqui nos ajudou o Senhor!”?

E para o próximo ano, como estão seus planos? Como você quer chegar no final do primeiro semestre de 2022? Qual lucratividade quer alcançar em seu negócio? Quantos empregos quer gerar no próximo ano?

Há alguns anos publiquei em nosso blog, um estudo feito pelo professor do departamento de psicologia da Toronto University, Jordan Peterson, que apontou que os alunos que efetivamente anotaram seus objetivos, foram os que alcançaram as maiores notas. Segundo ele, a “teoria do estabelecimento de metas” sustenta que ao escrever suas metas e objetivos, as pessoas superam com mais facilidade os obstáculos da vida. Eu vejo isso em todas as Clínicas de Planejamento que aplico com empreendedores, em que todos relatam se sentirem melhores, mais confiantes e muito mais determinados porque conseguem enxergar melhor o futuro e se engajar na realização dos seus sonhos.

Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus.

Mateus 5:16

Mas tem um segredo importante para você ter sucesso na execução do seu plano: selecione poucos e bons objetivos e estabeleça pontos de chegadas para cada um deles, como se fossem mastros pra você fixar sua visão e que lhes darão equilíbrio nessa jornada.

Pra te ajudar nisso, deixo aqui recomendações que poderão lhe inspirar nesse período:

  1. Vídeos
    1. Mude o mundo brincando: Molly Wright foi uma das palestrantes mais jovens da história a participarem de um evento TED, 07 anos, e acredito que esse TED Talk tenha sido o mais popular de 2021.
    2. Cuide-se! Nesse vídeo, exclusivo da Embaixada de Negócios, a jornalista Izabella Camargo, contou como foi sua carreira e momento de pausa promovido pela Sindrome de Burnout. Uma lição de superação com dicas importantes para promover o autocuidado e o bem-estar da mente.
  2. Livros
    1. Desenvolvendo o propósito da empresa familiar –  um plano de voo para o futuro: nesse livro eu e o mestre Luis Lobão falamos sobre a importância do propósito na vida do empreendedor. Você pode assistir nosso bate papo durante o Encontro de Fortalecimento Empresarial da Embaixada de Negócios
    2. O Mito do Empreendedor – Michael E. Gerber, fala sobre caminhos para construir negócios de sucesso. 
      • Você comprar esse livro na Amazom ou baixar um resumo no PocketBook4You.
      • Aliás, você já conhece esse APP PocketBook4You? Ele resume os best-sellers de negócios e desenvolvimento pessoal e profissional respeitando todas as normas de direitos autorais e intelectuais. Gostei bastante e acho que pode lhe interessar. Se cadastre neste link
  3. Música:
    1. Gabriela Rocha | A Ele a Glória / Porque Ele Vive: Essa música foi uma das mais tocadas em 2021 e além de nos inspirar, também nos lembra que tudo tem um propósito e porque Ele vive, podemos crer no amanhã.

Por fim, deixo mais um texto para que você lembre que os desafios são oportunidades. Aproveitemos, então, para crescer, nos desenvolver e verdadeiramente brilhar de maneira que as pessoas vejam o Criador em nós.

Continue nessa tua força e faça 2022 o melhor ano da sua vida até aqui!

O nome do Senhor é uma torre forte; os justos correm para ela e estão seguros.

Provérbios 18:10

Feliz ano novo!!!

Paulo Junior


Veja também: SUA CARREIRA EM 2022

Arquivo

Mais
DSC_3078

Sua carreira em 2022

CEO da PJI Consulting, Paulo Junior, falou sobre o assunto para a CBN São Paulo

Matéria da CBN São Paulo foi ao ar para todo o país e fala sobre planejamento de carreira, citando pesquisa que aponta que 53% das pessoas querem trocar de profissão em 2022

Texto da CBN: A chegada de um novo ano pode despertar o desejo de mudança na carreira. O relatório Protegendo o Futuro do Trabalho, realizado pelo Centro Brasileiro de Cursos, apontou que mais da metade dos brasileiros querem mudar de profissão em 2022, impulsionados pelo cenário pós-pandemia. A busca é por trabalhos que proporcionam maior bem-estar, salários mais altos e também função mais significativa. Especialistas avaliam que é necessário organização e planejamento para fazer essa troca.

Arquivo

Mais
cv experience

PJI participa da terceira edição do Cidade Viva Experience

Paulo Junior no CV Experience

João Pessoa, nov/2019 – A Cidade Viva promoveu nos dias 06, 07 e 08 de novembro de 2019, a terceira edição do Cidade Viva Experience – Encontro de Líderes, voltado para mostrar seu modelo estratégico, de gestão e resultados para líderes de todo o Brasil. Entre as inúmeras palestras, workshops, TEDs e oficinas em diversas áreas, aconteceu a Clínica de Planejamento ministrada pelo CEO da PJI Consulting, Paulo Junior, que falou sobre a importância do líder moderno ter um olhar mais amplo a respeito das suas respectivas áreas de influência.

Com o tema “Experimentando a estratégia, Paulo Junior afirmou que, antes de pensar na estruturação do seu Planejamento Estratégico é crucial ao líder desenvolver o pensamento estratégico através de uma exposição ao conhecimento, buscar sabedoria através da leitura da Palavra, experiências, diálogos, leituras, vivências, palestras, viagens, etc. “Provérbios 2:6 diz que o Senhor é quem dá sabedoria; de sua boca procedem o conhecimento e o discernimento e nós temos que nos esforçar nessa busca para criar novas estratégias” , completou Junior.

Normalmente, os líderes que nunca tiveram uma experiência mais profunda num ciclo profissional de Planejamento se atemorizam ao pensar que ficarão de mãos atadas a um plano, quando na verdade, ao ingressarem nesse ciclo experimentarão a mais pura liberdade com foco e alinhamento de toda a organização em prol de resultados possíveis e viáveis, afirmou.

Visão de Futuro

Os participantes do encontro foram convidados a construírem uma visão de futuro com mais assertividade e para isso, foram contextualizados por fatos e movimentos globais, acelerados por três grandes forças: o mercado global com suas redes e meios de pagamentos, a natureza com uma força cada vez maior e a lei de Moore, que em tese, cresce exponencialmente a cada 18 meses. Todo este cenário impacta até mesmo a menor comunidade e por estes motivos seus líderes precisam entender esta situação para poder atender as demandas sociais cada vez mais crescentes.

A Clínica de Planejamento encerrou com um exercício prático de levantamento das necessidades das instituições presentes no evento e encerrou em grande estilo lembrando o que disse o Capitão Scott Kelly, astronauta americano que mais tempo passou no espaço: estude, avalie, planeje, faça tudo, porque depois de tudo isso feito, “Numa fração de segundos, a mão de Deus te coloca no espaço.”

A Cidade Viva entende que a educação, a cultura, o entretenimento e qualquer outra área de dominância humana, deve glorificar a Deus e por isto promoveu este encontro para ser cada vez mais efetiva na transformação das áreas de influência, a partir da realidade de cada contexto sociocultural. O encontro será anual e acontecerá sempre em 03 dias de imersão e compartilhamento de conhecimento.

Serviço

Baixe a apresentação em PPT ou em PDF

Gostou dos vídeos que assistiu durante a apresentação? Baixe também!

Pensamento Estratégico – Areva

https://www.youtube.com/watch?v=E3B__ovj2jU

Imaginar o Futuro é uma questão de treino – Amana Key

O novo mundo num piscar de olhos

https://www.youtube.com/watch?v=18xMb6aFYGA

Arquivo

Mais
lideranca-direcao

A Economia do Propósito e o mercado de trabalho

A economia do propósito é o tema central do trabalho do consultor americano Aaron Hurst. Autor do livro “The Purpose Economy”, Hurst prevê um cenário no qual a economia evoluirá para um modelo de criação de propósito – e não mais pela obtenção de lucro. Tal mudança vem fazendo da inovação social um grande negócio, incentivando empresas de diversos setores a criarem soluções que melhorem a vida das pessoas.

Os efeitos da economia do propósito também podem ser observados no ambiente corporativo. A nova geração de profissionais vem buscando trabalhos relacionados a valores pessoais e ao bem-estar coletivo. Na visão de Hurst, a adoção desse mindset será decisiva para o sucesso de uma corporação nos próximos anos.

Alguns estudos corroboram o cenário previsto pelo autor. É o caso da pesquisa Crenças e Cultura da Deloitte, que aponta a relação entre propósito e atração de investimentos em novos negócios.

Segundo o estudo, 91% dos executivos entrevistados afirmaram que o senso de propósito influencia diretamente no desempenho financeiro da organização. Nesse sentido, o propósito se tornou um requisito essencial para atrair e reter talentos. A construção de relacionamentos positivos, o desenvolvimento de projetos de impacto social e os ambientes que incentivam o desenvolvimento pessoal estão entre as características mais valorizadas por esse novo perfil de profissional.

Hurst ainda complementa que “todas as mudanças que estamos tentando implantar no local de trabalho, como as coisas que o Google está fazendo, acontecem porque há uma nova geração de profissionais que está exigindo trabalhar com um propósito”. Ele deixa um alerta: quem não entender o impacto desse movimento irá ficar para trás, assim como aconteceu com muitas organizações que não souberam aproveitar a curva das tecnologias exponenciais.


Por: Natalia Fazenda – Jornalista e curadora de conteúdo da HSM
Original: https://www.hsm.com.br/economia-do-proposito/

Arquivo

Mais
WhatsApp Image 2019-03-25 at 09.58.12 (1)

Planejamento para Igrejas

O evento é uma iniciativa da Rede Godstock

Pastores e Líderes cristãos que impactam juntos mais de 30 mil pessoas

O pequeno grupo de quase 50 pessoas que participou do encontro promovido pela Rede Godstock e Cidade Viva com a palestra “Planejamento para Igrejas”, proferida por Paulo Junior, CEO da PJI Consulting e Presidente da Embaixada de Negócios da PB, exerce enorme influência na sociedade.

A evidência do tremendo poder de influência do grupo reunido foi comprovado pelo sistema de aferição de resultados criado pela área de criatividade e inovação da PJI Consulting, liderada por Patrícia Strasdas. “A ferramenta foi desenvolvida para aferir o impacto das nossas palestras, melhorar a experiência dos participantes e ampliar a retenção do conhecimento de quem assiste”, disse Strasdas.

O resultado desse bate-papo sobre Estratégia & Planejamento foi de um grupo com idade média de 33 anos, mas com 757 anos de experiência acumulada, dos quais, cerca de 239 anos dedicados somente ao exercício da liderança, com líderes atuando nessa área em média, cerca de 10 anos.
São líderes de igrejas que tem, em média, 485 membros, acumulando cerca de 11.145 pessoas lideradas diretamente, ou seja, se colocarmos um impacto de cada participante em pelo menos 03 pessoas da sua relação direta (este número acaba sendo muito maior), significa que estamos falando de um impacto mínimo de mais de 33.435 pessoas. 😱😱😱
Tremendo!

#liderança
#leadership#desenvolvimentodelideres#Planejamento#planejamentoexpert#clinicadeplanejamento#PJIConsulting#cidadeviva @Escola Internacional Cidade Viva

Baixe a apresentação:

Vídeos relacionados:

Let’s Talk Digital | EY Brasil

Arquivo

Mais
IMG-20190206-WA0042.jpg

PJI Open 2019

Consultoria promove meeting internacional com palestra direto de Dubai

João Pessoa – 06/02/2019

A PJI Consulting realizou nesta quarta-feira o primeiro PJI Open, meeting de alinhamento estratégico do seu elenco frente aos objetivos para os anos de 2019/2020, reunindo também consultores associados e parceiros estratégicos presentes nas cidades de São Paulo, Recife, Salvador, Cidade do México, Dubai e Xiamen, na China.

Para marcar o encontro a consultoria chamou uma das maiores autoridades em inovação global, Maria Paula Oliveira, Diretora de inovação da E&Y nos Emirados Árabes Unidos.

Falando direto de Dubai, Maria Paula (MP) apresentou conceitos sofisticados em inovação e mostrou experimentos que estão transformando o ambiente de negócios em todo o mundo. MP apontou a importância da constante atualização que não só os consultores devem buscar, mas todos aqueles que desejam ajudar seus clientes a iniciarem uma nova jornada de transformação dos seus negócios, considerando que as empresas estão vivendo cada vez menos, enquanto as pessoas viverão cada vez mais. “Estudos apontam que as empresas passarão a viver, em média, 12 anos e não mais 33, ou seja, as mudanças ocorrerão num tempo cada vez menor e por isso é tão importante estar preparado”, afirmou a executiva. “Mais do que aprender assuntos específicos, o interessante para este novo tempo é desenvolver musculatura que te permite ter força para mudar”, completou.

Com alta capacidade de  interlocução e pleno domínio do assunto, implementou um ritmo que foi bastante elogiado pelos participantes. “Ela é muito competente e transmitiu ideias inovadoras e que serão imprescindíveis na melhoria dos nossos produtos”, afirmou Eduardo Vaz, Consultor Associado sediado em Salvador, na Bahia.

O CEO da PJI Consulting, Paulo Junior, destacou sua felicidade pela realização do encontro. “Estar reunido com pessoas assim, com altíssimo nível de qualificação é uma enorme dádiva de Deus e conversar com a Maria Paula é sempre muito inspirador porque, além de ser uma profissional completa, ela tem o dom de transmitir conceitos sofisticados maneira muito clara e divertida. Saímos desse encontro muito mais encorajados e fortalecidos para superar nossos objetivos e atender cada vez melhor aos nossos clientes.”, afirmou.

Blog Maria Paula Oliveira

http://mariapaulaoliveira.com

Vídeos:

How IoT Will Bring a More Connected Future

Let’s Talk Digital | EY Brasil

Arquivo

Mais
20180228_183128

Escrever metas é o caminho para mudar de vida

Pesquisa da Universidade de Toronto aponta que a prática de escrever metas aumenta as chances de alcançá-las

Um estudo feito pelo professor do Departamento de Psicologia da Toronto University, Jordan Peterson, ouviu cerca de 700 estudantes durante dois anos incentivando-os a pensarem sobre suas vidas em relação ao futuro.

Além de fazer desaparecer as diferenças entre as pessoas, considerando classes, etnias, etc., o estudo apontou que os alunos que efetivamente anotaram seus objetivos, foram os mesmos que alcançaram as maiores notas.

Segundo Peterson, experiências da década de 80 ja mostravam que a escrita “terapêutica” ou “expressiva” pode reduzir a depressão, aumentar a produtividade e até diminuir as visitas ao médico. Isso acontece porque, segundo ele, a “teoria do estabelecimento de metas” sustenta que ao escrever suas metas e objetivos, as pessoas superam com mais facilidade os obstáculos da vida. “O ato de escrever é mais poderoso do que as pessoas pensam”, diz Peterson.

O CEO da PJI Consulting, criador da Clínica de Planejamento e do curso Planejamento Expert, Paulo Júnior, comenta que os atendimentos que faz através das clínicas comprovam exatamente o que diz a pesquisa, pois, após participarem de um único atendimento da Clínica de Planejamento, as pessoas relatam que se sentem melhor, mais confiantes e muito mais determinadas. “Ao final de todos os atendimentos vemos o olhar diferente de quem participou, as pessoas sempre saem muito mais felizes porque conseguem não só enxergar melhor o futuro, mas conseguem se engajar para chegar nele.”, disse Júnior.

Márcia Dantas participa da Clínica de Planejamento em 2015 e hoje vive em Berlin, na Alemanha.

Pensando em ajudar ainda mais a vida das pessoas e compartilhar esse tipo de conhecimento prático, a PJI Consulting, curadora da Clínica de Planejamento, lançará nos próximos dias o curso online chamado Planejamento Expert – 30 dias para você organizar a sua vida, exatamente pensando em democratizar o conhecimento sobre planner e contribuir para a disseminação da cultura do Planejamento aos brasileiros.

Fonte: assessoria

Arquivo

Mais
Clínica

Disrupção & Fé: como construir o futuro em tempos incertos

Baixe aqui o Mapa Mental da palavra ministrada no dia 17/11/2018, na programação do Godstock-Rede Nuvem, da Cidade Viva.

Mapa Mental: DISRUPO__F

Apresentação com textos: CIDADEVIVA_REDENUVEM_DISRUPCAO-FE

Videos:

  1. Murmuration
  2. Uberair
  3. Jaqueta Levis & Google: filmada por Paulo Junior durante a NRF2017, em Nova York.[video width="1920" height="1080" mp4="https://paulojunior.net/wp-content/uploads/2018/11/JAQUETALEVIS-GOOGLE20180116.mp4"][/video]

Arquivo

Mais
WhatsApp Image 2018-08-21 at 16.26.33 (1)

PJI participa do Cidade Viva Experience

A Cidade Viva promoveu nos dias 21 e 22 de agosto o Cidade Viva Experience – Encontro de Líderes, voltado para mostrar seu modelo estratégico, de gestão e resultados para líderes de todo o Brasil. Entre as inúmeras palestras, workshops, TEDs e oficinas em diversas áreas, aconteceu a Clínica de Planejamento ministrada pelo CEO da PJI Consulting, Paulo Junior, que falou sobre a importância do líder moderno ter um olhar mais amplo a respeito das suas respectivas áreas de influência.

Segundo Paulo Junior, antes de pensar na estruturação do seu Planejamento Estratégico é crucial ao líder desenvolver o pensamento estratégico através da exposição ao conhecimento, experiências, diálogos, leituras, vivências, palestras, viagens, etc. “É preciso subir o olhar para enxergar a floresta e não somente a sua própria árvore”, completou Junior.

Normalmente, os líderes que nunca tiveram uma experiência mais profunda num ciclo profissional de Planejamento se atemorizam ao pensar que ficarão de mãos atadas a um plano, quando na verdade, ao ingressarem nesse ciclo experimentarão a mais pura liberdade com foco e alinhamento de toda a organização em prol de resultados possíveis e viáveis, afirmou.

[caption id="attachment_2836" align="aligncenter" width="1280"] Paulo Junior: “Em organismos vivos, férteis, ou seja, em instituições que frutificam sempre haverá organização e esperança de um futuro melhor.”[/caption]

 

Visão de Futuro

Os participantes do encontro foram convidados a construírem uma visão de futuro com mais assertividade e para isso, foram contextualizados por fatos e movimentos globais, acelerados por três grandes forças: o mercado global com suas redes e meios de pagamentos, a natureza com uma força cada vez maior e a lei de Moore, que em tese, cresce exponencialmente a cada 18 meses. Todo este cenário impacta até mesmo a menor comunidade e por estes motivos seus líderes precisam entender esta situação para poder atender as demandas sociais cada vez mais crescentes.

A Clínica de Planejamento encerrou com um exercício prático de levantamento das necessidades das instituições presentes no evento e encerrou em grande estilo lembrando o que disse o Capitão Scott Kelly, astronauta americano que mais tempo passou no espaço: estude, avalie, planeje, faça tudo, porque depois de tudo isso feito, “Numa fração de segundos, a mão de Deus te coloca no espaço.”

 

Cidade Viva Experience

A Cidade Viva entende que a educação, a cultura, o entretenimento e qualquer outra área de dominância humana, deve glorificar a Deus e por isto promoveu este encontro para ser cada vez mais efetiva na transformação das áreas de influência, a partir da realidade de cada contexto sociocultural. O encontro será anual e acontecerá sempre em 03 dias de imersão e compartilhamento de conhecimento.

 

 

 

Serviço

Baixe a apresentação em PPT ou em PDF

Gostou dos vídeos que assistiu durante a apresentação? Baixe também!

  1. Avião em construção em pleno voo – EDS
  2. Pensamento Estratégico – Areva
  3. Imaginar o Futuro é uma questão de treino – Amana Key

Arquivo

Mais
20180315_153414

PJI NO HABITAT DO BRADESCO

PLATAFORMA COLABORATIVA PROMOVE CO-INOVAÇÃO

Por Paulo Junior – CEO PJI Consulting

São Paulo – Você e eu sabemos que vivemos um novo tempo nas relações humanas, relações de trabalho, no jeito de produzir e também, inovar. O Bradesco também sabe e por isso inaugurou sua plataforma colaborativa chamada Habitat, que conecta grandes empresas, parceiros, startups e profissionais ligados à inovação e empreendedorismo, fui conhecer de perto essa grande transformação para saber como acontece, na prática, essa arquitetura que facilita a co-inovação.

[caption id="attachment_2720" align="aligncenter" width="1024"] PJ com Luca Cavalcanti, Diretor Executivo dos canais digitais e inovação do Bradesco, Siladelfo, da Ponto em Comum e Júnior Thonon, curador de estratégia e conteúdo do inovaBra[/caption]

Ao tomar conhecimento da mais nova iniciativa do banco, fomos ver de perto como tudo está funcionando. A recepção não poderia ter sido melhor, encontramos com o querido e brilhante Luca Cavalcanti, Diretor Executivo dos canais digitais e inovação do banco, o grande articulador para que tudo isso acontecesse. Com ele, Júnior Thonon, curador de estratégia, um dos profissionais mais exemplares que já conheci e que faz toda a gestão de conteúdo que conceitua tudo o que acontece nesse espaço colaborativo.

Posso dizer pra você que o Habitat é um feito!!! Estar lá é uma experiência muito especial pra quem visita, mas principalmente, para quem atua diretamente lá. Sua estrutura é mesmo invejável. São 10 andares, quase todos já ocupados, situados entre a avenida Angélica e a rua da Consolação, em São Paulo. Além das salas ocupadas por grandes empresas, há pequenas estações de trabalho pensadas estrategicamente para facilitar a colaboração. Toda a arquitetura foi pensada nisso.  Não é a toa que estão por lá empresas como  Microsoft, Semantix, Claro, Algoo, Ewally, Nuveo, Nexodata, R3, Quantum4 e Alelo, além de startups que participam do inovaBra, programa de inovação do banco.

Além disso, há um auditório ultra moderno que prestigia a acessibilidade total para as pessoas que participam dos eventos. Estivemos durante a semana do consumidor e havia toda uma programação voltada para a acessibilidade e integração. Imagina uma palestra que possibilita integrar recursos auditivos, sensoriais, visuais, tudo. Enquanto o palestrante falava, havia tradução simultânea, tradução para Libras (a linguagem brasileira de sinais), fones com áudio descritivo, e algo que me surpreendeu: closed caption ao vivo. Brilhante o respeito às pessoas que este novo tipo de ecossistema possibilita. Espetacular!!!

[caption id="attachment_2721" align="aligncenter" width="1024"] Auditório ultra moderno que prestigia a acessibilidade total para as pessoas que participam do eventos[/caption]

Aliás, respeito não só às pessoas, mas também aos animais. Sim, aos animais!!!  Encontrei por lá o “churros”, cachorrinho lindo que vai todo dia trabalhar com a Tati, que atuará no estúdio que atenderá as startups. Segundo a Tati, “poder levar seu animal de estimação para o trabalho é algo que te faz trabalhar mais tranquila e focada. É algo absurdamente incrível não deixar ele sozinho em casa”, completou.

[caption id="attachment_2722" align="alignright" width="331"] PJ, Mervyn Lowe (COO – Chief Operations Officer at InovaBra Habitat) e Luciara Guerra, da Ponto em Comum.[/caption]

Conhecemos também o Mervyn Lowe, COO – Chief Operations Officer at InovaBra Habitat.  Dinâmico, prático e totalmente antenado às oportunidades, nos apresentou ao pessoal da Honest Market, uma pequeno espaço comercial que funciona dentro do Habitat. Lá as pessoas podem consumir cafés, chás e guloseimas. Na hora de pagar o grande diferencial: se não houver ninguém da loja para receber, você mesmo pode pagar passando seu cartão na maquineta, pois, há instruções para você mesmo fazer isso, ou então, anotando o que consumiu para pagar depois. O “fiado” já não é só mais no Armazém Paraíba (risos). Apesar de existir câmeras de vigilância no local, Mervyn disse que seriam desnecessárias, pois, o conceito de quem está trabalhando por ali é mesmo diferenciado e realmente colaborativo.

 

 

[caption id="attachment_2724" align="aligncenter" width="1024"] Arquitetura do Habitat promove integração e co-inovação[/caption]

 

Saí de lá impactado pela tradução real deste novo tempo. Ter um ambiente despojado, contar com estações de trabalho que estimulam as ideias, poder acessar espaços que promovem a colaboração entre as pessoas, ter um ambiente propício para a prática de mindfulness e, acredite, ter acesso a chopp durante o “horário” de trabalho pode até parecer que tudo isso não gera resultados práticos. Engana-se quem pensa assim. Tudo o que acontece por lá foi pensado e é trabalhado com um cuidado exemplar por seus curadores. A própria adaptação de uma empresa financeira, como o Banco, deve estar sendo desafiadora para seus Diretores e colaboradores, pois, são tradicionais por essência, mas também perceberam que não há mais espaço para continuar fazendo as mesmas coisas do passado. É preciso inovar. Neste caso, co-inovar!!!

Nós, da PJI Consulting, nos sentimos privilegiados por esta experiência. É muito bom estar próximo de pessoas que fazem acontecer!!! Parabéns Luca, Thonon, Lowe, Tati, churros e toda a equipe!!!

Sucesso!!!

 

FOTOS:

[caption id="attachment_2725" align="aligncenter" width="1024"] Paulo Junior, da PJI Consulting, no Habitat.[/caption]

 

 

[caption id="attachment_2727" align="aligncenter" width="1024"] Ambientes prontos para um novo jeito de trabalhar.[/caption]

 

[caption id="attachment_2728" align="aligncenter" width="1024"] Espaço dedicado para eventos e prática de mindfulness[/caption]

 

[caption id="attachment_2729" align="aligncenter" width="1024"] Ambiente colaborativo[/caption]

 

[caption id="attachment_2730" align="aligncenter" width="1024"] PJ com Júnior Thonon, curador de estratégia do Habitat[/caption]

 

[caption id="attachment_2723" align="aligncenter" width="768"] Instruções do Honest Market[/caption]

 

 

 

 

 

Arquivo

Mais
20180315_184934

Gestão do Amanhã: como vencer os desafios desta nova era da gestão?

[caption id="attachment_2681" align="alignright" width="225"] PJ com o professor John Davis, uma das maiores autoridades do mundo em Gestão de Empresas Familiares[/caption]

São Paulo – Gestão do Amanhã: Tudo o que você precisa saber sobre Gestão, inovação e Liderança para vencer na 4ª Revolução Industrial – é o novo livro de Sandro Magaldi e José Salibi Neto, ex diretor comercial e o co-fundador da HSM Educação Executiva, respectivamente.
O lançamento aconteceu no dia 15 de março de 2018 na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, em São Paulo, e contou com as principais personalidades do mundo dos negócios do Brasil e também do exterior, como o professor John Davis (foto), especialista em Gestão de Empresas Familiares, tido como uma das maiores autoridades mundiais no assunto.

Além da sessão de autógrafos, Salibi e Magaldi fizeram uma palestra ou “bate-papo”, como eles mesmos definiram, com altíssimo nível no seu conteúdo, mas também não podia esperar menos diante de dois expoentes do management brasileiro. Como será o futuro dos negócios? Quais são os líderes preparados para este novo tempo? Como deveremos formar nossos futuros líderes? Essas e muitas outras boas perguntas foram abordadas pelos autores, que também criticaram os modelos atuais de negócios ou mesmo os educacionais que, segundo Salibi, ainda não se atentaram para o que está por vir. Na mesma linha dos questionamentos, Magaldi contou que há universidades que ainda usam textos de um tempo que ainda nem havia internet, “deram um texto assim para a minha filha aprender gestão. Como pode isso nos dias de hoje?”, completou.

“Replicar os modelos já existentes é sentença de morte certa”, é uma frase do livro que desperta no leitor uma série de questionamentos. Da invenção da máquina a vapor, passando pela descoberta da eletricidade, o advento da internet até os nossos dias onde falamos de Inteligência Artificial, Internet das coisas, dentre outros assuntos, o livro nos traz dados e informações mais que suficientes para buscarmos um novo posicionamento no mundo, muito mais colaborativo, e contribuir para que as nossas empresas também sejam mais leves, flexíveis, prontas para colaborar muito mais com a sociedade.

[caption id="attachment_2688" align="aligncenter" width="2048"] Magaldi e Salibi durante o bate-papo sobre o futuro da gestão[/caption]

A leitura é obrigatória para que deseja se posicionar neste novo tempo, entendendo as coisas e tudo o que ainda virá pela frente. Aliás, na palestra eles relacionaram os 08 tópicos que os gestores do amanhã devem observar:

  1. O líder como criador do futuro
  2. Think bold – sonho corajoso, arrojado (o mundo é imaterial)
  3. Propósito transformador massivo
  4. Tomador de riscos
  5. Conhecer lei de Moore, plataformas e tecnologias
  6. Cliente no centro de tudo
  7. Fazer grandes perguntas
  8. Líder conector

 

Nova agenda

Hologramas, Cyborgs, Flying Cars & Invisibilty, Nono boats, Bionic and Brain chip são os temas do futuro

 

Salibi e Magaldi na Paraíba: Em breve os autores farão um bate-papo com empresários paraibanos. A companhe.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[caption id="attachment_2684" align="aligncenter" width="2048"] PJ com Geraldo Rufino e Luciara Guerra[/caption]

 

[caption id="attachment_2692" align="aligncenter" width="2048"] Luciara Guerra, Martha Gabriel e PJ[/caption]

Arquivo

Mais
foto fachada

Por dentro da Amazon Go e a revolução no varejo

Por Ellyka Gomes, especialmente para a PJI Consulting

[caption id="attachment_2672" align="aligncenter" width="2048"] Amazon Go, em Seattle/EUA (foto: Ellyka Gomes)[/caption]

Seattle/EUA – Já imaginou uma loja sem operador de caixa ou estação de self-checkout, onde o pagamento dos produtos é eletrônico, realizado por meio de aplicativo de celular? Bem, esse estabelecimento existe, chama-se Amazon Go e fica no cruzamento da Rua Blanchard com a Sétima Avenida, no Centro de Seattle – cidade localizada no estado de Washington, no Noroeste dos Estados Unidos. Esse protótipo foi lançado ao público em janeiro deste ano (2018) pela Amazon, empresa americana de comércio online.

Para entrar na loja, o visitante precisa baixar gratuitamente o aplicativo da Amazon Go e ter uma conta na Amazon (não necessariamente prime). O app gera um QR code que funciona como chave de acesso. Basta escanear o código em uma das máquinas da entrada, e uma pequena catraca se abre, semelhante aquelas que encontramos em metrô. Depois disso, prepare-se para viver uma experiência única de compra. Tudo que você retirar da prateleira será adicionado na sua cesta eletrônica. A loja não tem carrinhos ou cestinhas. Ao invés disso, o cliente tem a disposição sacolas de papel para ir guardando os produtos escolhidos.

[caption id="attachment_2673" align="aligncenter" width="316"] Foto do QR Code[/caption]

 

 

O que eles vendem?

O local é uma mini conveniência de 170 m², onde é possível comprar biscoitos, salgadinhos, bebidas (inclusive alcoólicas), sanduíches e saladas preparadas por chefs de cozinha locais.

 

Como eles sabem que eu peguei um produto?

A mágica acontece graças à tecnologia que usa sensores e câmeras, muitas câmeras. Sāo centenas espalhadas pelo teto da loja. Quando você retira um item da prateleira, os sensores e as câmeras detectam o movimento, e o produto é adicionado na sua cesta eletrônica. Se você mudar de ideia, é só devolver o item e ele será removido da sua conta.

[caption id="attachment_2674" align="aligncenter" width="2048"] Centenas de sensores e câmeras registram as transações dos clientes[/caption]

A Amazon não divulgou na mídia muitos detalhes de como eles conseguiram desenvolver essa tecnologia (provavelmente porque eles pretendem vender a ideia). Como cada visitante tem uma chave de acesso única, eles recomendam que as pessoas não passem um produto para as mãos de outra, porque o item será acrescentado na cesta de quem o removeu.

Quando você terminar sua compra, é só ir embora. Pouco tempo depois (no meu caso, foram cerca de 15 minutos), o aplicativo informa o tempo que você permaneceu na loja e envia o extrato de seu recibo. O valor é debitado no cartão informado na conta da Amazon.

[caption id="attachment_2675" align="aligncenter" width="397"] Recibo de compra realizada na loja da Amazon Go[/caption]

 

Será que não tem como enganar essas câmeras?

Não, não é possível. O repórter do The New York Times, Nick Wingfield, fez esse teste com autorização da Amazon. Ele pegou discretamente um refrigerante de baunilha e escondeu na manga da camisa. Quando saiu da loja, o aplicativo enviou o recibo referente ao item “comprado”.

 

E essa tecnologia vai retirar o emprego dos operadores de caixa?

Não. Pelo menos é o que afirma a Amazon. Eles disseram que os funcionários que atuariam como operadores de caixa foram redistribuídos para outras funçōes, como repositores de estoque (vi três trabalhando durante minha visita) e ajudantes, caso os visitantes tenham alguma dúvida ou problema técnico.

Quando o comércio online surgiu, muitos afirmaram que seria o fim das lojas físicas e que a profissão de vendedor estaria em perigo. O tempo passou e mostrou que o comércio não teve outra escolha se não estar online e offline. Nem um nem outro. E sim em ambos.

 

O que esperar da Amazon Go?

O The New York Times tem três teorias em relação à tecnologia implantada na Amazon Go. A primeira delas é que tanto a Amazon deve abrir outras unidades pelos Estados Unidos, quanto ela deve deixar essa como exclusiva, para que seja sempre uma novidade. Como a loja é única no mundo, é comum encontrar pessoas tirando fotos ou fazendo vídeos dentro e fora do estabelecimento.

Outra teoria é que eles deve utilizar a tecnologia nos supermercados Whole Foods, rede pertencente à Amazon e que vende tudo orgânico, desde alimentos até roupas. A última teoria é que a Amazon deve vender a tecnologia para outros varejistas. Esta sim mais rentável do ponto de vista econômico.

 

Curiosidades

A venda de bebida alcoólica nos Estados Unidos é restrita para maiores de idade. Nos estabelecimentos convencionais, os operadores de caixa solicitam a identificação no ato da compra. Na Amazon Go, a área de bebida alcoólica fica em uma parte reservada, e um funcionário solicita a identificação do visitante para que ele tenha acesso aos produtos.

 

O que eu achei da experiência?

[video width="1280" height="720" mp4="https://pji.com.br/wp-content/uploads/2018/03/AMAZON-GO-2018_ANDROID.mp4"][/video]

A entrada da Amazon Go é diferente de qualquer outra no mundo. Talvez por isso não dê a sensação de que você está realmente entrando em uma loja para comprar alguma coisa. Além disso, o local é uma novidade em Seattle. Então parece muito mais que você está em um ponto turístico da cidade do que num estabelecimento comercial.

A dúvida é inevitável: será que eles vão mesmo adicionar o que eu peguei? E você se pega olhando para o teto, que lembra o teto de um estúdio de televisão cheio de placas e o que parecem ser lâmpadas. Tudo é muito organizado. Os repositores de estoque são eficientes e sempre cordiais.

O preço dos produtos não é tão acima dos praticados pelos demais estabelecimentos como possa parecer. Na minha visita eu comprei um sanduíche artesanal por U$$ 5.99 e um suco de morango por U$$ 2.49. Redes como Safeway e Fred Mayer, em Seattle, vendem sanduíches artesanais na mesma faixa de valor. No final das contas, acredito que você paga muito mais pela experiência do que pelos produtos. E na minha opinião, U$$ 8.48 é um preço justo.

Mais sobre a Amazon Go: clique aqui
Assista também o vídeo oficial da Amazon Go