Motivação

HomeBlogTodos da Categoria "Motivação" (Page 2)

Arquivo

Mais
thought-1014406_1280

A importância do monólogo interior

Há um livro na Bíblia chamado Provérbios, e no capítulo 4, verso 23 diz: “Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos”.

Através de experimentos por neuroimagens, cientistas estimam que os seres humanos pensam cerca de 70.000 vezes por dia. Isso significa que você tem 70.000 oportunidades para escolher pensar. Nossos pensamentos têm muita influência sobre como nos sentimos e como nos comportamos. Daí a importância da qualidade do nosso monólogo interior. Na verdade, o que falamos pra nós mesmos torna-se quase uma profecia, pois quando pensamos algo, sentimos o que estamos pensando e por consequência justamente o que não queremos que aconteça, acontece. Exemplo: “eu nunca vou ser contratado para esse trabalho” ou “Ninguém nunca me escuta”, o fato de falar isso pra você mesmo em forma de pensamento, já pode alterar o seu comportamento de uma maneira que faz com que essas previsões acabem acontecendo.

Há ainda mais uma história da Bíblia que diz que havia uma mulher com grande hemorragia e que dizia consigo mesmo “se eu apenas tocar em Jesus, eu serei curada”. Você pode não acreditar na Bíblia, ou talvez não crer em Jesus, mas chamo atenção para a atitude dessa mulher que foi curada porque incentivou a si mesmo a prosseguir em seu objetivo.

Você é o maior responsável pela sua vitória, se conversar com você mesmo com a gentileza e bondade que um amigo faria com você, você não desperdiçará suas 70.000 oportunidades de pensar.

Sucesso sempre!

Arquivo

Mais
51grt2w6mdl-_sl1000_

Pra cada “game over” existe um “play again”!

Ouvi essa frase que não sei de quem é mas que é uma injeção de ânimo pra qualquer um que a lê. Sim, para cada game over existe um play again e o nome disso é vida!

Isso não é piegas, isso é verdadeiro, isso é desafiador, é motivador, é tomar o controle nas mãos, é ter fé, é viver.

Só tenta de novo, quem já tentou uma vez! Por isso que recomeçar um jogo já te dá a vantagem da experiência.

Sinônimos para play again: pratique, esforce-se, dedique-se, arrisque-se, aplique-se, prove, teste, experimente, atraia, estimule, anime-se e anime quem estiver à sua frente, fascine, atreva-se, ceda, curve-se, viva!

Sucesso sempre!

Arquivo

A prisão da estabilidade

Gregory Cajina, autor do livro “Saia da sua zona de conforto”, aos 30 anos tinha uma vida invejável. Já com esta idade tinha alcançado tudo o que uma pessoa almeja: ganhava muito dinheiro, trabalhava com executivos importantes, tinha prestígio, casado com a esposa que desejara e dirigia uma BMW. Tudo perfeito não é? Não!

0007998168Z-1280x1920Cajina descobriu que aquilo que consideramos uma vida estável pode se tornar uma prisão. Segundo Gregory, romper com a obsessão pela estabilidade é o primeiro passo para tomar as rédeas da própria vida e construir algo que seja de fato importante para cada um de nós e para o mundo em que vivemos.

Ser totalmente previsível pode enterrar talentos que você nem imagina ter. Por isso que crise significa oportunidade1, pois é na crise que afloramos nossa maior capacidade de criar, de acreditar em nossos potenciais, de transpor as dificuldades com nossa esperança, experiência, capacidade e talentos.

Realize mudanças necessárias no seu modo de viver, seja no âmbito das relações afetivas, profissionais ou da própria personalidade e veja sua vida tomando o rumo do desenfadamento, que é o antônimo de monotonia.

Inspire e se inspire nas ideias ao seu redor. Arrisque-se!

Você foi criado para uma existência com menos medo, para uma vida mais autêntica e para a liberdade da realização, saia da sua zona de conforto!

Sucesso sempre!

Andréia Alves


1 O ideograma chinês de crise é o mesmo ideograma da palavra oportunidade. Fonte: Wikipedia

[emptybox]Andreia AlvesAndréia Alves é escritora, Relações Públicas, palestrante e pesquisadora do comportamento humano. Escreve especialmente para a PJI Consulting. Motive seus funcionários. Leve uma das palestras desta autora para sua Organização, fale conosco pelo [email protected] [/emptybox]

[addbox]Faça o download desse artigo em pdf. [/addbox]

Reprodução permitida desde que citada a fonte e autoria.Todos os direitos reservados. 

 

Arquivo

Seja um líder senciente!

[caption id="attachment_1374" align="alignright" width="294"]oliver-sacks Oliver Sacks[/caption]

Uma das coisas que mais amo na leitura é a oportunidade de aprender palavras novas! Hoje aprendi uma com Oliver Sacks, o poeta da neurociência que morreu no último dia 30/08/15, vítima de câncer. Oliver, seis meses antes de sua morte escreveu uma carta que foi publicada no New York Times: “Não posso fingir que não estou com medo. Mas meu sentimento predominante é de gratidão. Amei e fui amado; recebi muito e dei algo em troca; li, viajei, pensei e escrevi. Tive uma relação com o mundo, a relação especial de escritores e leitores. Acima de tudo, fui um ser senciente, um animal pensante nesse planeta maravilhoso e isso, por si só, tem sido um enorme privilégio e aventura.”

Senciência, palavra que define a capacidade de sentir. É um conceito que combina os termos “sensibilidade” e “consciência”.

Somos capazes de muitas coisas, mas e quando não conseguimos sentir o que o outro sente? Oliver foi um médico que se sensibilizou com os seus pacientes. Foi capaz de entender e interpretar o cérebro com uma sensibilidade que o diferenciou de todos os outros médicos e isso o tornou brilhante.

Ser sensível é se mostrar receptivo com o outro. A receptividade constrói pontes e abre janelas nos relacionamentos.

Todo relacionamento seja pessoal ou empresarial tem como fundamento a emoção. Bons líderes conseguem ter empatia, assim percebem os pontos positivos e de melhoria e os anseios de seus colaboradores.

Desenvolver e aprimorar a sensibilidade no ambiente corporativo é se destacar no mercado de trabalho.

Daniel Goleman, autor do livro “Inteligência Emocional”, fala sobre a importância de estabelecer uma conexão emocional com os seus liderados e você pode fazer essa conexão através de percepções conscientes dos acontecimentos à sua volta.

A sua sensibilidade vai inspirar pessoas, valorizar sorrisos e proporcionar bem-estar.

Seja um líder sensível, vivo, impressionável, suscetível, receptivo, vivaz, sutil e brilhante.

Sucesso sempre!

Andreia Alves

Arquivo

Arquivo

Mais
crista_do_matterhorn

A crista nordeste do Matterhorn

crista_do_matterhornVocê já ouvir falar do Monte Matterhorn? Talvez não, mas do chocolate Toblerone acho que sim. Esse chocolate foi inspirado nesta montanha e tem o formato dela – uma pirâmide.

Essa montanha e sua inconfundível silhueta piramidal é um dos símbolos nacionais da Suíça e durante muito tempo foi um desafio para muitos montanhistas e muitos morreram ao tentar escalá-la.

Sendo montanhista ou não, ao enxergá-lo, você será inevitavelmente levado a imaginar como seria alcançar o seu cume. Primeiro alguns montanhistas tentaram sua escalada pelo lado da Itália, não obtiveram muito sucesso, então as escaladas passaram a ser feitas pelo lado suíço e pasmem com o que foi descoberto: a crista nordeste da montanha, esta que parece impossível de ser escalada por seu paredão liso, é a parte mais fácil do monte, podendo ser escalado inclusive por amadores! Como? Pelo simples fato deste paredão ser uma ilusão de ótica! Ao se aproximar dele, descobriu-se que é possível contar com degraus que facilitam a escalada e proporcionam uma subida até tranquila perto de outras montanhas ou dos demais lados da própria Matterhon. A subida é até congestionada devido ao número de pessoas que querem ver de perto esse grande espetáculo da natureza e mesmo sabendo que a subida pode ser feita por amadores, muitas pessoas no pé da montanha, desacreditam que realmente é uma ilusão de ótica e que há degraus para subir, tamanha a imponência de pedra à sua frente!

Sabe por que tudo isso foi possível? Porque um montanhista não se intimidou com o que via à sua frente e aceitou o desafio de escalar uma montanha apesar de seus medos, inseguranças e falta de conhecimento. E o que ele encontrou? Caminho onde ninguém enxergava e a conquista do cume que muitos julgavam impossível!
Você pode, você consegue, ouse, estude o obstáculo à sua frente, acredite, vença!

Arquivo

Seja forte e Corajoso!

[caption id="attachment_1116" align="alignleft" width="212"]Capa do livro A semente da vitória “A Semente da Vitória”, autor Nuno Cobra, editora Senac, 223 páginas[/caption]

Estou relendo o livro “A Semente da Vitória” e em um dos trechos do livro, o autor Nuno Cobra, menciona que ele era um rapaz franzino, inseguro e cheio de medo e limitações. Ele aprendeu com um amigo de sua cidade que era possível ser forte, seguro e cheio de coragem e em certo dia, Nuno foi desafiado a nadar num rio de sua cidade que dava calafrios em qualquer exímio nadador, tamanha a braveza de suas águas. Sem proteção alguma, somente com um calção de banho, Nuno pulou nas águas em um impacto tão incrivelmente forte que quase tirou seu fôlego mas que fortificou sua alma. Nuno não podia deixar seu pensamento dizer: “será que vou bater nas pedras, será isso? Será aquilo? Não podia ter será, senão ele estaria morto. Tudo que ele precisava era manter sua concentração, coragem, confiança para dar ao corpo a coragem necessária para dar conta do recado. Era a emoção ajudando. Segundo Nuno, a coragem é justamente sentir o medo que enrijece a alma e o poder de enfrentar o desafio serena e positivamente. Nuno passou a nadar naquele rio como seu exímio mestre o ensinara quase todos os dias, como ele nunca julgou um dia ser possível.

Os desafios desenvolvem em nós uma força que jamais conceberíamos que existisse em nossa alma, mas Deus que nos conhece e nos formou, conhece nosso potencial e melhor, acredita em nossa força mais do que nós mesmos, por isso olha pra nós com coragem e nos diz: “Você pode, você vai conseguir, avance, não recue, controle seu medo e emoções, pense em uma melhor solução, use todos os seus recursos e vença”!

É necessário que VOCÊ seja forte e corajoso pra enfrentar todos os desafios da vida e que você entenda de uma vez por todas que não há separação entre físico-mente-espírito-emoção. Você precisa estar bem em todas essas áreas para viver a inteireza e grandeza do ser humano. Se você tem cuidado só de sua saúde, mas não cuida de sua alma e emoções, é um ser incompleto. Se cuida só de sua alma e esquece do corpo, continua sendo incompleto e assim por diante. Todas as partes de nós mesmos devem ser valorizadas e então conheceremos a alavanca de nosso sucesso usando todas as forças potenciais de nossa própria vida.

São as crises e os desafios que moldam nosso caráter e desenvolve uma personalidade combativa e destemida em nós. Elas mudam nosso comportamento, fortalece nossa autoestima, nos dá nova disposição para enfrentar nossos medos e nos faz aptos a enfrentar com coragem e força tudo o que possa nos desafiar!

Seja forte e corajoso, não desperdice os momentos difíceis da sua vida, eles são preciosos para a construção da sua força!

Uma semana de vitória.

Abraços,

Andréia Alves


Andréia Alves é escritora, Relações Públicas, palestrante e pesquisadora do comportamento humano. Escreve especialmente para a PJI Consulting. Todos os direitos reservados.
Motive seus funcionários. Leve uma das palestras desta autora para sua Organização.
Fale conosco pelo [email protected]

Arquivo

Quanto você é bom em aumentar sua felicidade?

Sócrates iniciou um debate há 2.400 anos que dura até hoje: o que é felicidade? Como atingi-la? Alguns acreditam que é fruto do acaso. A própria origem da palavra denota isso. Happiness vem do anglo-saxão happ, acaso. Felicitas, o termo latino que dá origem a felicidade, significa também ventura, sorte, algo que lhe acontece. O grande avanço de Sócrates foi tornar a busca da felicidade uma tarefa de responsabilidade do ser humano e não do acaso, e é aqui que você se torna o personagem principal de sua própria história!

Responsabilidade é um termo de origem latina (respondere) que significa responder pelos atos próprios ou pelos alheios, ou ainda por uma coisa confiada. Trata-se de um substantivo feminino que representa o dever de cada indivíduo em assumir as consequências de seu comportamento ou do comportamento do outro.

[caption id="attachment_1112" align="alignleft" width="237"]0008508015K-1920x1280 “pessoas felizes têm mais capacidade de perseguir seus objetivos e adquirir os meios de conquistá-los”[/caption]

Novas pesquisas mostram que não é o sucesso que nos torna felizes mas é a felicidade que traz sucesso e que, em grande parte, determina nossas conquistas. Ser feliz é uma competência que deve ser estudada, perseguida, aprendida. Requer esforço e disciplina. Treine sua mente. Para cada atitude negativa tenha 5 atitudes positivas. Exercite-se na felicidade e você terá resistência, flexibilidade e saúde para enfrentar a vida.

A psicóloga Sonja Lyubomirsky, da Universidade da Califórnia, afirma que ‘pessoas felizes têm mais capacidade de perseguir seus objetivos e adquirir os meios de conquistá-los’, costumam ser mais confiantes, otimistas, energéticas e sociáveis, e estão mais preparadas para enfrentar situações difíceis. O sucesso no trabalho decorre principalmente de seus laços sociais, segundo Sonja, ‘pessoas felizes são mais queridas, recebem mais tarefas, são mais bem avaliadas’. Elas também trabalham com mais energia e são mais criativas. ‘No mundo competitivo em que vivemos, a agressividade é muitas vezes uma característica importante. Mas felicidade conta mais.

Você nasceu com talento para ser feliz e isso significa que você foi programado para isso, portanto, a busca da felicidade é obrigatória. Você não pode desejar não ser feliz. Já foi comprovado que o processo de comparação com as outras pessoas mina a felicidade. Mãos à obra, interfira no mundo de uma maneira positiva com tudo o que você é, e você já viverá o início de uma felicidade incomensurável em sua vida!

Seja você mesmo, todos os outros já existem!


Andréia Alves é escritora, Relações Públicas, palestrante e pesquisadora do comportamento humano. Escreve especialmente para a PJI Consulting. Todos os direitos reservados. Motive seus funcionários. Leve uma das palestras desta autora para sua Organização.
Fale conosco pelo [email protected]

Arquivo

Seja o diretor de seu cérebro!

Cérebro 4“Os maiores obstáculos estão sempre dentro de nós, assim como as maiores possibilidades de vencê-los” – Carlos Hilsdorf

Recentemente me deparei com o livro “Your Brain at Work”, de David Rock. O livro é resultado de entrevistas com neurocientistas americanos e de uma forma simples, fornece estratégias de como usar nosso cérebro de maneira eficiente no trabalho.

É fantástico e a grande verdade é que com o nosso cérebro podemos ir muito mais longe do que imaginamos e se não vamos é porque estamos usando-o de maneira errada ou limitada.

Segundo Rock, ensinar nosso cérebro a ser e a manter-se otimista é a melhor solução para manter o nosso nível de performance lá em cima. As pessoas que cultivam pensamento de que “sempre vai acontecer o melhor para elas” vivem mais e tem melhor desempenho no trabalho e na vida.

Há ainda uma outra dica grandiosa: histórias que produzimos em nosso cérebro ativam a norepinefrina e a dopamina que são responsáveis por influenciar o nosso humor, níveis de prazer e motivação.

A partir de hoje exercite seu cérebro, dirija-o, comande-o, crie histórias que o deixe mais feliz e otimista. Faça seu cérebro cooperar com aquilo que você deseja e observe como você pode se tornar a melhor versão de você mesmo, dia após dia.

A vida vai ganhar a cor que você decidir pintar com o seu cérebro!

Sucesso!


Andréia Alves é escritora, Relações Públicas, palestrante e pesquisadora do comportamento humano. Escreve especialmente para a PJI Consulting. Todos os direitos reservados.
Motive seus funcionários. Leve uma das palestras desta autora para sua Organização. Fale conosco pelo [email protected]

Arquivo

O Poder da Empatia

 As duas palavras mais poderosas quando estamos em conflito: “Eu também” – Brene Brown – TED Talk

EmpatiaEmpatia nada mais é do que se colocar no lugar do outro e ela diretamente está relacionada à inteligência emocional. Quando você diz “eu também já passei por isso”, “eu compreendo”, você abre uma porta enorme para a comunicação e com a abertura desta porta, conflitos são resolvidos e resultados são alcançados.

O objetivo da empatia é a harmonia, seja ela no âmbito empresarial ou pessoal, e ela é caracterizada por atitudes altruístas. Todos nós possuímos uma escala de valores que sustentam a nossa vida. Segundo o coach Carlos Oshiro, “conhecer a sua escala e quais são os seus valores, ajuda muito a entender o que pauta a sua vida e por consequência a entender os valores que pautam a vida do outro”. Com isso, o caminho da harmonia começa a ser trilhado.

No livro “Formas de Vida”, do escritor Eduard Spranger, de 1914, se descobriu que as pessoas vêem o mundo de formas diferentes e foram identificados alguns valores que impulsionam os comportamentos. Entre eles destaco o valor social: “possui foco em ajudar os outros, por meio de atitudes altruístas e abnegação. Valor importante para formar e desenvolver pessoas”. Spranger percebeu o poder da empatia no comportamento humano.

A empatia impulsiona um comportamento altamente transformador dentro das empresas! Ser respeitado é uma das necessidades do ser humano, descrita por Maslow como necessidade de estima. Quando alguém se sente respeitado, ouvido, compreendido, esse alguém se abre para contribuir com o seu melhor.

Experimente o poder da empatia! Torne-se uma ferramenta poderosa de transformação social dentro e fora de sua empresa!


Andréia Alves é escritora, Relações Públicas, palestrante e pesquisadora do comportamento humano. Escreve especialmente para a PJI Consulting. Todos os direitos reservados.
Motive seus funcionários. Leve uma das palestras desta autora para sua Organização.
Fale conosco pelo [email protected]

Arquivo

Pense, acredite, sonhe e ouse!

Essas foram as conhecidas atitudes de sucesso de Walt Disney!

Pense no que realmente você acredita e o que realmente tem valor em sua vida. Fomos acostumados a aceitar as regras do jogo por mais absurdas que pareçam e se são absurdas por quê aceita-las sem questionar, sem refletir?


Acredite
principalmente em você. Eleanor Roosevelt tem uma frase que diz: “Ninguém pode fazer com que você se sinta inferior sem o seu consentimento.” O próprio Walt Disney disse: “Antes de ser um autor publicado ou um empresário bem-sucedido, eu tinha que acreditar em mim muito antes de qualquer outra pessoa.”

sonhe e ouseSonhe. Sonhar faz parte de quem pensa e acredita. Os melhores sonhos são aqueles que de tão grande não cabem em sua imaginação. “Apesar de já estar em minha quinta década aqui no planeta terra, ainda me pergunto: O que eu quero ser quando crescer?” – Walt Disney. Se pergunte todos os dias pela manhã ‘o que você quer ser quando crescer’ e não se esqueça de responder, acreditando em cada uma de suas palavras!

Ouse. É o desafio de quem quer ser e viver extraordinariamente. Vá em frente, atreva-se! Transforme seus sonhos em realidade, aprenda um curso novo e inusitado. Seja além do padrão. Queira mais! Avance!

Percebam que essas 4 atitudes começam na mente. Decida ter uma mente renovada. Escolha cuidadosamente seus pensamentos. Tome uma decisão de que você não desistirá até que a vitória seja completa! A escolha do que pensar é sua! Depois de escolher ter pensamentos corretos e positivos, você terá que escolher a manter essa rotina diariamente trazendo à sua memória o que o encoraja e o que gera vida em você!

Que a sua mente, seja sua melhor parceira!


Andréia Alves é escritora, Relações Públicas, palestrante e pesquisadora do comportamento humano. Escreve especialmente para a PJI Consulting. Todos os direitos reservados.

Motive seus funcionários. Leve uma das palestras desta autora para sua Organização.

Fale conosco pelo [email protected]

 

Arquivo

Riscos versus Oportunidades

 Todos somos avessos a incertezas e exposições emocionais. Passamos a vida toda tentando fazer nossas vidas serem mais seguras, contornando e vencendo a vulnerabilidade que tanto nos assusta.
Leila Navarro é dona de uma frase revitalizante: “Quando as coisas não acontecem do jeito que a gente quer, é porque irão acontecer melhor do que a gente pensa”.

desafios e oportunidadesJá diziam que lamentar pelo leite derramado não adianta… e de nada adianta mesmo o lamento diante de uma realidade não idealizada, mas se levantar, encarar a situação e enfrentar desafios fará de você um corajoso. A palavra “dificuldade” no grego tem relação com a raíz Krínein e significa “decidir”.

Dizem os mais sábios que as dificuldades são o sal da vida, pois nos impulsionam a discernir, a reagir, a rearranjar e principalmente a decidir enxergar riscos como oportunidades.

Finalizo com uma frase de Horácio Lafer Piva – “o ser humano, a empresa e a nação só crescerão se tomarem a si a tarefa de enfrentar os desafios!

Desafios nada mais são do que as provocações da vida, esperando sua capacidade de reunir seus talentos, competências, qualidades humanas e habilidade de ampliar seus recursos e capacidades potenciais para enfrentar positivamente as experiências que certamente serão degraus para sua realização!

Boa sorte, você pode!

 

Arquivo

Viva com ousadia!

TheodoreRooseveltNo grego, o termo ousadia é “parrhesia” que significa “toda sinceridade” ou “franqueza” ou “PUBLICIDADE” (no sentido de tornar público ou expressar para se ouvir) e também pode significar dentro de determinado contexto gramatical do grego (coiné) “certeza”.

Viver com ousadia nada mais é do que se expor, com todas as suas fraquezas, limitações e vulnerabilidades. É ter a coragem de enfrentar riscos, se comprometer a vencer as incertezas e se não conseguir vencê-las, encará-las com sinceridade, franqueza, se dar o direito de se expressar e de ser ouvido, preparado para todo tipo de críticas.

O ex presidente americano Theodore Roosevelt discursou em 23 de abril de 1910 – “Não é o crítico que importa; nem aquele que aponta onde foi que o homem tropeçou ou como o autor das façanhas poderia ter feito melhor. O crédito pertence ao homem que está por inteiro na arena da vida, cujo rosto está manchado de poeira, suor e sangue; que luta bravamente; que erra, que decepciona, porque não há esforço sem erros e decepções; mas que, na verdade, se empenha em seus feitos; que conhece o entusiasmo, as grandes paixões; que se entrega a uma causa digna; que, na melhor das hipóteses, conhece no final o triunfo da grande conquista e que, na pior, se fracassar, ao menos fracassa ousando grandemente!” – Trecho do discurso “Cidadania em uma Republica” ou “O Homem na Arena”.

Parabéns, você está na arena da sua vida, dos seus negócios… nessa arena está toda sua realidade humana, onde o “ser perfeito” e “à prova de bala” não existem, mas é onde existe a nossa vulnerabilidade, onde nossa única escolha tem a ver com o compromisso de ousar aparecer e deixar que nos vejam e que nos aplaudam simplesmente por termos tido a coragem de nos entregar por inteiro.


Andréia Alves é escritora, Relações Públicas, palestrante e pesquisadora do comportamento humano. Escreve especialmente para a PJI Consulting. Todos os direitos reservados.
Motive seus funcionários. Leve uma das palestras desta autora para sua Organização. Fale conosco pelo [email protected]

  • 1
  • 2